Justiça salvadorenha rejeita pedido de extradição de implicados na morte de jesuítas em 1989

San Salvador (RV) – A Corte Suprema de El Salvador rejeitou o pedido de extradição apresentado pela Espanha dos 13 militares reformados por sua suposta implicação no assassinato de seis jesuítas, de uma funcionária e sua filha em 1989, durante a guerra civil (1980-1992). A Corte recebeu o pedido em janeiro e a decisão foi tomada por nove dos 15 membros da Corte. O crime foi cometido em 15 de novembro de 1989, quando os soldados do batalhão anti-guerrilha Atlacatl, adestrado nos Estados Unidos, invadiram a Universidade Centro-americana José Simeón Cañas (Uca), matando os jesuítas Ignacio Ellacuría, Ignacio Martin Baro, Segundo Montes, Amando Lopez, Juan Ramon Moreno e Joaquin Lopez, além da cozinheira Elba Julia Ramos e sua filha de 15 anos Celina Mariceth Ramos. Inicialmente, o governo tentou atribuir a responsabilidade à guerrilha “Frente Farabundo Martí para la Liberación Nacional” (Fmln), o partido hoje no poder. Um coronel, dois tenentes, um subtenente e cinco soldados foram processados em 1991: sete foram absolvidos; dois – Guillermo Benavides e Yusshy Mendoza – foram condenados a 30 anos de prisão, mas beneficiaram de uma anistia decretada em 1993. A anistia encerrou o caso em El Salvador – que, todavia, foi reaberto em 2009 pela Espanha, com base numa denúncia apresentada por duas associações que se ocupam de Direitos Humanos.

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

CASA DA SOGRA

Não há como fugir da curiosidade que o título aqui desperta. Por experiência, definição, ironia, crítica ou mesmo rejeição, sabemos que a casa da sogra

DEMÔNIOS QUEREM NOS DESTRUIR

Tem gente que não acredita em Deus, mas teme os demônios. Tem gente que faz pacto com demônios, mas ignoram os pactos que Deus fez

AUDIÊNCIA GERAL 24/01/24

O texto a seguir inclui também as partes não lidas que são igualmente consideradas como pronunciadas: Catequeses. Os vícios e as virtudes. 5. A avareza

O TEMPO É AGORA

O grande desafio que o cristianismo propõe ao mundo é encarar a realidade do tempo presente. Seja este bom ou ruim, o fato é que

Enviar Mensagem