México: crianças morrem de fome alerta Igreja

Cidade do México (RV) – Não é mais possível que as crianças morram ou fiquem inválidas por causa da fome. É o que afirma um documento divulgado pela Arquidiocese da Cidade do México, que aponta algumas ações para a aprovação de um acordo nacional a fim de enfrentar este drama. Para despertar a consciência social diante dos níveis de pobreza e de desigualdade existentes no México, a Igreja Católica acaba de publicar o Segundo Relatório nacional “Dolor de la Tierra, Dolor de los pobres. ¡Actuemos ya!” no qual se destaca que “não é tolerável que um quarto dos mexicanos convivam com a fome e a sede, e que as crianças continuem morrendo ou ficando inválidos por causa da fome”. “Também não é possível – continua o documento – que existam comunidades onde mais de 90% dos moradores são pobres. Não se pode continuar a seguir uma política de desenvolvimento social que não vai além das emergências sem pensar naquilo que é indispensável para o viver cotidiano das pessoas”. A proposta da Arquidiocese é conseguir “um acordo nacional que estabeleça as prioridades para enfrentar a pobreza e a desigualdade, promover a mobilização e a aprovação de acordos em nível comunitário, regional e nacional”. No documento, coordenado pela Caritas Mexicana, o responsável pela Comissão episcopal de Pastoral Social, o Bispo de Nuevo Laredo, Dom Gustavo Rodríguez Vega, sublinha que “existem situações que requerem novas atitudes e novas ações por nossa parte, que não podem ser mais adiadas”. (SP)

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

CASA DA SOGRA

Não há como fugir da curiosidade que o título aqui desperta. Por experiência, definição, ironia, crítica ou mesmo rejeição, sabemos que a casa da sogra

DEMÔNIOS QUEREM NOS DESTRUIR

Tem gente que não acredita em Deus, mas teme os demônios. Tem gente que faz pacto com demônios, mas ignoram os pactos que Deus fez

AUDIÊNCIA GERAL 24/01/24

O texto a seguir inclui também as partes não lidas que são igualmente consideradas como pronunciadas: Catequeses. Os vícios e as virtudes. 5. A avareza

O TEMPO É AGORA

O grande desafio que o cristianismo propõe ao mundo é encarar a realidade do tempo presente. Seja este bom ou ruim, o fato é que

Enviar Mensagem