Caritas publica dossiês sobre México e Cuba

Roma (RV) – Por ocasião da primeira viagem do Papa ao México e a Cuba, a Caritas Internacional, organização caritativa da Igreja Católica, divulgou um comunicado assinado por seu presidente, o Cardeal Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga, Arcebispo de Tegucigalpa, Honduras. A nota afirma que este é “um evento histórico e uma oportunidade para abordar a questão da violência no México e o problema dos narcotraficantes que se afirmam católicos, mas estão arruinando este belo país e afetando todo o continente”. O Cardeal Maradiaga pede que “nossas orações acompanhem a viagem do Santo Padre Bento XVI, para que sua visita a Cuba ajude a conseguir uma maior apertura e melhores condições de vida para todos os cubanos”. A Caritas Internacional, colhe a ocasião desta viagem e apresenta dossiês sobre alguns aspectos do trabalho realizado pela pastoral social através das Caritas nacionais em ambos países. Sobre Cuba, a Caritas adianta que há 20 anos trabalha sem trégua a serviço dos mais vulneráveis nas 11 dioceses da ilha. A terceira idade, pessoas infectadas pelo HIV, portadores de deficiência, crianças com dificuldades sociais, todos contam com o apoio do pessoal e de voluntários da Caritas Cubana. Já a respeito do México, a organização caritativa o aspecto da violência, que ocupa cotidianamente a primeira página dos jornais. Grupos criminosos e forças da segurança nacionais estão em guerra aberta e não se poupam vítimas entre a população civil. Entre as vítimas da violência, os migrantes em trânsito rumo aos Estados Unidos são objetivos privilegiados. Desde os anos 2005-2006, esses grupos criminosos se especializaram em extorsão e no tráfico de migrantes. (CM)

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

Enviar Mensagem