Congregações ‘esculpirão’ perfil do futuro Pontífice

Cidade do Vaticano (RV) – Dom Raymundo Damasceno Assis, Dom Cláudio Hummes, Dom Odilo Scherer, Dom Geraldo Majella Agnelo e Dom João Braz de Aviz estão em Roma e começaram às 9h30 desta segunda-feira, 4 de março, a participar das congregações do Colégio Cardinalício em vista da convocação do conclave. Os cardeais se reúnem também na parte da tarde, às 17h. As congregações abordam temas da Igreja e estabelecem o dia do início do conclave, mas servem para que os cardeais se conheçam melhor e desenhem o perfil do novo Pontífice. Quem comenta é o Cardeal Odilo Pedro Scherer: “Vamos explicar o termo ‘congregações’, que ajudará a entender o resto: As congregações são reuniões (congregar, reunir) dos Cardeais antes que seja iniciado o Conclave. Os cardeais começam a se reunir nesta segunda, 4, e poderão participar todos os cardeais, até os idosos, que já passaram de 80 anos. Começarão a se reunir para conversar, para colocar em comum, para começar justamente a fazer uma grande tomada de consciência da situação da Igreja, das realidades que estão diante de nós, do que a Igreja precisa enfrentar, e naturalmente, no meio de todas estas considerações, vai se esculpindo também o perfil daquele que deve assumir o papel de sucessor de Pedro”. “Por isso, dizer que antes do Conclave já se tem os candidatos prontinhos também faz parte da fantasia, que compreendemos tão bem, mas não é a realidade do que realmente significa, de agora para frente, o trabalho do Colégio Cardinalício. Os cardeais vão se reunir, refletir, com muita transparência e fraternidade, e senso de responsabilidade pela Igreja como um todo, farão exatamente isso: refletirão sobre o que a Igreja precisa fazer daqui por diante, como, quais são os destaques, os pontos mais salientes da missão daquele que será o Papa, e claro, neste conjunto de reflexões, vai se fazendo o perfil do novo Papa. Depois os cardeais que irão ao conclave votarão”. Todos têm a faculdade de se manifestar, de expor suas realidades e assim vai se discernindo sobre o que cada um pensa? É assim que se define um perfil? “Sim, é isto mesmo. Nas congregações, ou seja, nas reuniões prévias, todos poderão se manifestar. É claro, haverá um regulamento, com um tempo preciso para cada um. Não pode que alguém ocupe meia hora a tribuna, porque precisa dar tempo aos outros também. Não serão só reflexões, haverá também orações. Nós rezaremos, a invocação do Espírito Santo é constante. Enfim, este é o grande momento do discernimento para depois chegar às tomadas de decisões”. As Congregações são secretas? “Eu penso que sim, por enquanto ainda as disposições não foram dadas, mas é evidente que sim”. Fonte: Rádio Vaticana

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

Enviar Mensagem