Jerusalém: líderes religiosos pedem respeito pelo meio ambiente

Jerusalém (RV) – Líderes das três principais religiões monoteístas se reuniram nesta segunda-feira, em Jerusalém, na Conferência Interconfessional do Clima e da Energia. Do evento, participaram o Arcebispo católico Greco-melquita Elias Chacour, o Patriarca Greco-ortodoxo de Jerusalém, Teofilos III, o Xeque Mohamed Amara e o Rabino Ronen Lubitch. “A Conferência teve dois objetivos importantes: o primeiro foi promover ações em prol do meio ambiente baseadas nos ensinamentos religiosos, especialmente em vista da Cúpula Rio+20, daqui a três meses”, explicou o rabino Yonatan Neril, diretor do Centro Interconfessional para o Desenvolvimento Sustentável. O segundo objetivo da cúpula, ainda de acordo com Neril, foi “demonstrar que judeus, cristãos e muçulmanos podem coexistir, e uma das melhores formas de uni-los são assuntos ambientais”. “Os líderes e as instituições religiosas têm o potencial para mobilizar milhões de seguidores na luta global para deter as mudanças climáticas”, recordou. Houve mesas-redondas e conferências, e a projeção de mensagens em vídeo de líderes religiosos, como o Presidente do Pontifício Conselho para a Justiça e a Paz, Cardeal Peter Turkson, o Dalai Lama, o Patriarca ecumênico ortodoxo Bartolomeu, o Rabino-Chefe de Israel, Yona Metzger, e o Arcebispo de Cantuária, Rowan Williams. Também foi exibido o documentário “Renovable”, que expõe as experiências do ativismo ambientalista a partir de diferentes comunidades religiosas. No marco desta conferência, foi dado início ao Projeto Inter-religioso de Seminaristas sobre Ecologia, para que os jovens que estudam para ser rabinos, sacerdotes e imãs recebam formação nesta área.

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

Enviar Mensagem