Juventude Franciscana promove 3ª Jornada Nacional pelos Direitos Humanos

“Estado, Saúde e Ecologia”. Com este tema, entre os dias 01 e 10 de dezembro de 2012 a Juventude Franciscana (JUFRA) do Brasil estará realizando a 3ª Jornada Franciscana Nacional pelos Direitos Humanos. A coordenação do evento é da Subsecretaria Nacional de Direitos Humanos, Justiça, Paz e Integridade da Criação (DHJUPIC) da JUFRA, e ocorre na primeira semana de dezembro, culminado com o Dia Universal dos Direitos Humanos (10/12). A Jornada é nacional, mas as ações serão todas realizadas nas Fraternidades Locais da JUFRA a partir da sua realidade, ou pelas entidades que também desejarem promover e aderir à mesma. As ações são diversas, tais e quais encontros de formação, celebrações, gincanas, visitas solidárias, refeições fraternas e caminhadas. Tanto o tema, quanto o lema da 3ª Jornada, “Juventude Franciscana na construção da sociedade do Bem-Viver”, convergem dos principais processos que a JUFRA do Brasil participou este ano: Campanha da Fraternidade, o Grito dos/as Excluídos/as, o Serviço Inter-Franciscano de Justiça, Paz e Ecologia-SINFRAJUPE, a Cúpula dos Povos, a 5ª Semana Social Brasileira, a parceria com a PJ e REJUMA, Enlace das Juventudes, etc. Para ajudar na realização da Jornada, foram publicados um cartaz e uma Cartilha com o método Ver-Julgar-Agir, com três encontros sobre: 1) “Estado: Para quê e para quem?” 2) “Saúde é Direito: A Vida em primeiro lugar!” e 3) “Ecologia: Por Justiça Socioambiental!”; e uma Celebração “O Reino de Deus floresce onde o Bem-Viver acontece!”. Além disso, na Cartilha também se encontram subsídios para auxiliar no trabalho da Jornada e para aprofundamento nas temáticas, contatos dos Regionais e do Secretariado Nacional, bem como documentos importantes para a continuidade dos trabalhos nos quais a JUFRA está envolvida. A Juventude Franciscana do Brasil entende que só será um real serviço ao Povo de Deus, à medida que estiver profundamente inserida em sua vida, nas suas culturas, nos seus fracassos, nas suas lutas e nas suas esperanças, identificando-se cada vez mais com os anseios populares, à luz do Evangelho de Jesus Cristo, para que tudo tenha vida, e vida em abundância.

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

Enviar Mensagem