Seminário estadual contra o extermínio de jovens reúne lideranças em Foz do Iguaçu

A cidade de Foz do Iguaçu (PR) recebeu no último final de semana (19 e 20) o Seminário Estadual da Campanha Nacional Contra a Violência e o Extermínio de Jovens. Várias lideranças e especialistas de todo o estado debateram alternativas para o enfrentamento das estatísticas que apontam os jovens como as principais vítimas da violência no Brasil e também no Paraná. Na abertura dos trabalhos, o bispo diocesano de Foz do Iguaçu, dom Dirceu Vegini, destacou que o evento vem em momento oportuno para que a violência possa sair do mapa do nosso país. “É preciso que nos não nos acostumemos com a violência. Não achamos que seja uma normalidade ver tantos jovens exterminados por diversos motivos. Não pode ser assim. Todas as formas de violência devem ser combatidas. Jesus quer vida para os jovens de nossas dioceses, das nossas comunidades”, disse. A programação contou com palestras, trabalhos em grupos e uma marcha ao centro de Foz do Iguaçu. O evento, organizado pela Pastoral da Juventude do Paraná (Regional Sul 2 da CNBB), Casa da Juventude do Paraná (CASA). Mortes violentas De acordo com o Mapa da Violência, no Brasil, de cada dez jovens mortos, sete foram vítimas das chamadas causas externas, o que envolve criminalidade, acidentes e suicídio. O Paraná é dos estados com maior índice de mortes violentas de jovens. Entre as causas externas, o homicídio é responsável por 40% das mortes de jovens. O estudo ainda revela que o índice de mortes por homicídio entre jovens é o dobro da média geral: 50 brasileiros de 15 a 24 anos são mortos por ano para cada 100 mil habitantes. Campanha nacional Lançada em novembro de 2009, a Campanha Nacional Contra a Violência e o Extermínio de Jovens surgiu da reflexão e preocupação dos delegados da 15ª Assembleia Nacional das Pastorais das Juventudes do Brasil, que aconteceu em maio de 2008, em virtude do crescente número de mortes de jovens no país, tanto no campo quanto nas cidades. A iniciativa conta com o apoio do Setor Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e tem como finalidade debater as diversas formas de violência praticadas contra a juventude, denunciar o extermínio de milhares de jovens no Brasil e desencadear ações que possam mudar a realidade, promovendo uma cultura de paz onde as juventudes possam viver de forma plena.

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

Enviar Mensagem