Pastoral do Dízimo comemora 18 anos de sua criação

A Paróquia de Nossa Senhora do Ó está em festa. Neste mês de março, a Pastoral do Dízimo está completando 18 anos de sua criação. Implantada no dia 14 de março do ano de 1993, incluindo a cidade de São João do Sabugi – RN, a qual na época fazia parte de nossa Paróquia e quem estava a frente era o Pe. João Agripino Dantas, junto com o missionário Odilmar de Oliveira Franco. Atualmente a Equipe do Dízimo é formada por Pe. Everaldo Araújo de Lucena, Ivaneide Bezerra de Araújo, Marlete Wanderley de Barros, Maria Cândida Faria, Micheline Ramalho de Moura, Gerciene Alves Batista, Maria Aparecida Araújo, Zoraide Lopes, Lucimar Batista de Faria, Maria dos Santos Monteiro, Terezinha Moreira Dantas, Francisca Macêdo Araújo da Nóbrega, Júlio Faria Júnior, Ivone Maria dos Santos Oliveira, Moacyr Costa dos Santos, Rosa Dantas de Souza Silva e Riosney Wanderley Figueiredo.

Após a fundação do Dízimo em nossa Paróquia, percebemos que os trabalhos missionários foram mais participativos, uma vez que, com o dízimo a Igreja consegue montar seu tripé nas dimensões: Religiosa, Missionária e Social. É responsabilidade de todos ser Igreja, partilhando com Deus os dons recebidos dele, pois segundo Ml 3, 10 afirma que : “Tragam o dízimo completo para o cofre do templo, para que haja alimento no meu Templo e vocês hão de ver, então, se não derramo sobre vocês as minhas bênçãos de fartura”. Isso nos aponta que o Dízimo foi instituído por Deus, para que os cristãos organizem o que é dele e, sobretudo reconheçam que tudo deve ser devolvido da melhor forma, consagrando tudo o que temos ao Senhor. Muitos católicos indagam quanto deve devolver de dízimo a Deus. Explicamos que “Dízimo é um ato de honestidade, porque a gente devolve a Deus o que é dele, portanto contribuímos com o melhor que temos. E, devemos ser conscientes que as virtudes do dízimo leva-nos a ser cristãos de fé, de oração, de partilha, de gratidão, de evangelização e de comunidade. Hoje Cristo não tem outras mãos que as nossas mãos para cumprir sua missão, por isso vamos dá as mãos. A nossa Igreja realizou muito através de vossas contribuições, vamos realizar mais ainda com a sua colaboração, sendo dizimista, pois, Jesus sem dúvida pagou o dízimo para dar exemplo. Você que é dizimista fiel com seu dízimo faça com que todos saibam de sua felicidade em manter esta intimidade com Deus. O que Ele espera é que façamos este trabalho missionário com eficiência. Experimente esta opção que liberta: procure a Pastoral do Dízimo para inscrever-se, pois qualquer pessoa pode ser dizimistas. Seja dizimista, experiente as maravilhas de Deus em vossas vidas.

Fonte http://paroquianossasenhoradoo.blogspot.com

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

CASA DA SOGRA

Não há como fugir da curiosidade que o título aqui desperta. Por experiência, definição, ironia, crítica ou mesmo rejeição, sabemos que a casa da sogra

DEMÔNIOS QUEREM NOS DESTRUIR

Tem gente que não acredita em Deus, mas teme os demônios. Tem gente que faz pacto com demônios, mas ignoram os pactos que Deus fez

AUDIÊNCIA GERAL 24/01/24

O texto a seguir inclui também as partes não lidas que são igualmente consideradas como pronunciadas: Catequeses. Os vícios e as virtudes. 5. A avareza

O TEMPO É AGORA

O grande desafio que o cristianismo propõe ao mundo é encarar a realidade do tempo presente. Seja este bom ou ruim, o fato é que

Enviar Mensagem