Relatório de Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) lançará no próximo dia 13 de junho os dados de 2011 do relatório anual de Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil. A apresentação será feita às 9h30, no auditório Dom Helder Câmara, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com a presença e depoimento de indígenas expostos às violências apresentadas no relatório. Deste modo, o Cimi busca denunciar o mosaico de violações contra os direitos dos povos indígenas. “Os dados apresentados neste relatório desvelam as agressões à dignidade humana dos povos indígenas em todo o Brasil, sua aflição e seus sofrimentos”, escreve dom Erwin Krautler, presidente do Cimi e bispo da Prelazia do Xingu (PA), no texto de abertura do relatório. Para o secretário executivo do Cimi, Cleber Buzatto, o relatório é ao mesmo tempo um alerta e uma cobrança, sendo instrumento político para tais fins. “Denunciamos para a sociedade brasileira e organismos internacionais as violências contra os povos indígenas e, ao mesmo tempo, chamamos a atenção das autoridades públicas para adotar medidas que coíbam tais violências”, explica. No relatório, os dados trazem informações referentes a violências contra o indivíduo (assassinatos, ameaças, racismo), violências contra o patrimônio (morosidade na regularização de terras, conflitos, invasões de áreas indígenas), violências por omissão do poder público (suicídios, desassistências na área da saúde, mortalidade infantil), violências contra indígenas isolados e de povos vitimados pela ditadura militar.

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

CASA DA SOGRA

Não há como fugir da curiosidade que o título aqui desperta. Por experiência, definição, ironia, crítica ou mesmo rejeição, sabemos que a casa da sogra

DEMÔNIOS QUEREM NOS DESTRUIR

Tem gente que não acredita em Deus, mas teme os demônios. Tem gente que faz pacto com demônios, mas ignoram os pactos que Deus fez

AUDIÊNCIA GERAL 24/01/24

O texto a seguir inclui também as partes não lidas que são igualmente consideradas como pronunciadas: Catequeses. Os vícios e as virtudes. 5. A avareza

O TEMPO É AGORA

O grande desafio que o cristianismo propõe ao mundo é encarar a realidade do tempo presente. Seja este bom ou ruim, o fato é que

Enviar Mensagem