Santa Sé pede atenção especial às mulheres das áreas rurais e migrantes

Libertar as mulheres rurais da situação de perene opressão, principalmente nos países mais pobres do mundo. Este é o desafio que emergiu da 56ª Sessão da Comissão sobre o Status das Mulheres (CSW), em andamento em Nova Iorque, onde interveio o Observador Permanente da Santa Sé na ONU, Arcebispo Francis Chullikatt. O pronunciamento do Arcebispo Francis Chullikat foi dedicado às mulheres que trabalham em condições deploráveis, sobretudo na zona rural, e às trabalhadoras migrantes – mulheres discriminadas, sem acesso aos tratamentos médicos de base, à margem das ações políticas. A finalidade dessa Sessão foi debater como é possível melhorar a vida dessas pessoas, para que sejam capazes prover a suas famílias e oferecer sua importante contribuição à sociedade. A Santa Sé, afirma o prelado, continua a manter o compromisso de proteger os mais fracos e pobres, em vista do bem comum. Está atenta ao papel central da família, fulcro do desenvolvimento integral. Nesse âmbito, homens e mulheres são chamados a cooperar para superar preconceitos e aplicar políticas que respeitem a dignidade da pessoa. A próxima Conferência das Nações Unidas sobre o desenvolvimento sustentável, que se realizará no Rio de Janeiro em junho próximo, prossegue o Arcebispo, oferecerá mais uma oportunidade para reforçar a atenção sobre as pessoas que vivem na zona rural, mulheres e moças, e aumentar seu empenho nos processos de ação política para a construção de sociedades sustentáveis.

Compartilhar:

Compartilhar:

Mais conteúdo

CASA DA SOGRA

Não há como fugir da curiosidade que o título aqui desperta. Por experiência, definição, ironia, crítica ou mesmo rejeição, sabemos que a casa da sogra

DEMÔNIOS QUEREM NOS DESTRUIR

Tem gente que não acredita em Deus, mas teme os demônios. Tem gente que faz pacto com demônios, mas ignoram os pactos que Deus fez

AUDIÊNCIA GERAL 24/01/24

O texto a seguir inclui também as partes não lidas que são igualmente consideradas como pronunciadas: Catequeses. Os vícios e as virtudes. 5. A avareza

O TEMPO É AGORA

O grande desafio que o cristianismo propõe ao mundo é encarar a realidade do tempo presente. Seja este bom ou ruim, o fato é que

Enviar Mensagem